RIP - Malcolm Young (AC/DC) - We Salute You!

Review: Excerpts From A Future Past (Hällas)

Excerpts From A Future Past (Hällas)
(2017, The Sign Records)
(5.7/6)

Depois do EP de estreia, os Hällas assinam o primeiro longa duração, partindo do som progressivo que caraterizava o coletivo no anterior lançamento. Mas Excerpts From A Future Past vai mais além. O disco é composto por apenas sete temas longos – com exceção de Nebulon’s Tower, todos têm entre os 5 e os 8 minutos – caraterizados por uma enorme riqueza estilística. Desde o hard rock dos Deep Purple aos space rock dos Hawkwind, passando pelo prog rock dos Yes e até pelo rock obscuro de uns The Doors, tudo os Hällas conseguem misturar nas devidas proporções. Desde logo se percebe que os anos 70 estão muito presentes. O som orgânico, a utilização do órgão – com um trabalho primordial -, a gravação analógica, não deixa a menor dúvida. Como também não deixa o cruzamento entre harmonias, musicalidade, experimentalismo e psicadelismo. Excerpts From The Future Past vive muito de um passado glorioso, de um tempo em que as músicas eram genuínas. E isso sente-se de forma bem evidente neste conjunto de canções que o quinteto sueco nos apresenta. Um conjunto de canções onde se destaca The Astral Seer, eventualmente o tema mais hard rock, mais próximo de uns Deep Purple ou mesmo Thin Lizzy; Repentance, com um órgão delicioso e uma guitarra saltitante, tudo bem envolvido por uma agradável dose de groove; Star Rider, com um inicio a lembrar Phantom Of The Opera e a evoluir para um dos temas com maior dose de space rock; ou Illusion Sky, encerramento com mais elementos progressivos, mas também mais musicalidade e harmonias.

Tracklist:
1. The Astral Seer
2. Repentance 
3. Nebulon’s Tower
4. The Golden City of Semyra
5. Star Rider
6. Shadow of the Templar
7. Illusion Sky 

Line-up:
Tommy Alexandersson – baixo e vocais
Alexander Moraitis - guitarras
Nicklas Malmqvist – órgão e sintetizadores
Marcus Petersson - guitarras
Kasper Eriksson - bateria

Internet:
Facebook    
Bandcamp   
Spotify   

Edição: The Sign Records    

Comentários